sábado, 24 de dezembro de 2011

Meus amigos com a proximidade do natal após muito pensar resolvi contar uma das historias mais emocionantes que vivi junto a Clodovil, em seu ultimo natal aqui entre nós ele estava bem desanimado, triste ate eu diria, nem minhas “macaquices” e bobagens que eu falava propositadamente o tempo todo o distraiam. No dia 24 fiquei o dia todo na casa de Clodovil , manhã e tarde , a noite  lá pelas 19:00hs , eu fui ate o quarto e disse que estava indo embora , pois ele já me havia comunicado que iria dormir cedo na noite de natal , e eu apesar de estar muito entristecido com a solidão,  por opção , de meu amigo , o conhecendo tão bem como o conhecia , não tentei mudar seus planos , ao entrar no quarto desejei a ele um feliz natal e quando ia para me despedir , pensei com meus botões , NÃO VOU EMBORA COISA NENHUMA  , e tomando coragem disse a ele CLODOVIL VOCE  QUEIRA OU NÃO  VOU FICAR AQUI COM VOCE NESTA NOITE DE NATAL !  Ele olhou para minha cara e eu já esperando uma bronca, ao contrario recebi uma gargalhada dele que disse o seguinte: “EU JÁ SABIA” JOÃO QUE VOCE NÃO IRIA, SUA MÃE ESTA EM TAUBATE, ESTAMOS AMBOS SOLITARIOS, POIS AO CONTRARIO DO QUE AS PESSOAS PENSAM DE MIM, EU RESPEITO O NATAL, MUITO, E POR ESTA RAZÃO ENTRISTEÇO-ME COM O CONSUMISMO E COM O CARNAVAL ARMADO NESTA DATA, POR ISTO RECUSEI TODOS OS CONVITES QUE RECEBI, POIS UMA COISA É SER CELEBRIDADE OU TRA COISA E ESTAR CELEBRIDADE, E EU SOU NÃO ESTOU ASSIM SENDO DEIXO OS HOLOFOTES PARA JESUS, ELE SIM E O ANIVERSARIANTE E MERECE AS HOMENAGENS E O RESPEITO QUE LHE DEVEMOS! Eu ouvi tudo aquilo emocionado, comovido, pois ali na minha frente estava aquele ser tão polemico, tão “bocudo” dando uma lição em poucas palavras, lição esta que deveria ser ouvida por todo o país, e ai ele complementa, JOÃO TENHO CERTEZA QUE VOCE IMAGINAVA ANTES DE ME CONHECER QUE JUNTO A MIM TERIA UM NATAL DESLUMBRANTE, APROPRIADO A CELEBRIDADES, E VOCE O TERA! Ele chamou Amanda a copeira, pediu que ela preparasse um enorme café com todos os acompanhamentos e disse a ela que ela poderia ir embora após fazer o mesmo , quando Amanda trouxe a farta bandeja com o café , e se retirou ele foi comigo ate o closet, me mandou colocar um de seus ternos, escolhido por ele, ele também se produziu, e assim chiques e arrumados fomos ate a guarita dos seguranças desejamos feliz natal aos rapazes, retornamos para o quarto e nos deliciamos com o café e com muitas fofoca e palhaçadas, rimos muito e a meia noite ele rezou uma Salve Rainha acompanhado por mim, em seguida colocou um DVD e no meio do filme adormeceu, eu desci para o meu quarto. o azul, e lá demorei muito a adormecer, agradecendo a Deus aquele natal único, especial e maravilhoso com aquela celebridade louca e especial, que eu aprendi a amar e respeitar, mal sabia eu que com ele seria o ultimo, e talvez por isto tenha sido tão lindo! Clodovil, esteja onde estiver, FELIZ NATAL, SAUDADES ETERNAS!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Meu amigo Clodovil era mestre em surpreender as pessoas com seus conceitos sobre todos os assuntos , falava na cara , e geralmente não admitia replica e raramente as tinha pois sempre as pessoas assustadas com o que acabaram de ouvir ficavam quietinhas ! Seguem aqui mais algumas perolas que só Deus sabe de onde Clodovil tirava !

Você é tão feia que não serve nem para ser prostituta."Frase atribuída a Clodovil durante uma briga com 
a colega de Câmara Cida Diogo, em 2007.

"Eu sou muito mais macho que o 
Inocêncio (Oliveira). Mexe comigo pra ver!"
Ao deixar o PTC pelo PR do ex-presidente da Câmara.
 
"Da fruta que eu gosto o Leonardo di Caprio come até o caroço. 
Sei disso porque boi preto conhece boi preto."
"Na minha idade eu só aprecio o sexo se for 
bem feito; e sexo bem feito só com profissional."
"Eu sou feito cachorro, é só passar a mão que eu abano o rabo."
"Hoje não existem mais estilistas; é um monte de bichas."
"As pequenas frescuras é que fazem a vida mais gostosa."
"De cara é maravilhosa, mas a bunda, meu bem, é um horror!"
Sobre a atriz Luana Piovani.
"Eu só vim aprender o caminho da escola. 
Queria saber se venho com uma bolsa Louis Vuitton ou 
com uma sacolinha das Casas da Banha."
Em visita ao Congresso Nacional, prometendo ser 
o deputado do "amor e do afeto"".

"Não sou incauto como o presidente, que chegou ignorante ao poder e misturou álcool nisso tudo."

Pasmem , era assim que ele se manifestava , sem medo , sem papoas na lingua com uma sinceridade que em minha opinião todos nós tivesssemos  , o mundo seria mais transparente e agradavel! 

 
Por hoje é só , natal chegando , festas champagne , muita comida e presentes , porem não se esqueçam de fazer pelo menos uma prece ao aniversariante do dia , muitas vezes esquecido apesar de ser a personagem principal , JESUS !!!



terça-feira, 6 de dezembro de 2011

PROCURANDO PELA INTERNET E PELAS MINHAS LEMBRANÇAS ACHEI ESTA ENTREVISTA Á REVISTA VEJA QUE CLODOVIL CONCEDEU E QUE EU TINHA ENTRE MEUS GUARDADOS A PREVIA DAS PERGUNTAS PARA QUE ELE ANTES DA ENTREVISTA EM SI AS AVALIASSE , É UMA DAS ENTREVISTAS MAIS POLEMICAS POIS ELE JA ERA DEPUTADO E MESMO ASIM MANTINHA A COERENCIA E A TOTAL FALTA DE "PAPAS" NA LINGUA , DIVIRTAM SE COM OS CONCEITOS E PENSAMENTOS DE MEU AMIGO CLODOVIL!
senhor gosta de Brasília?
É uma cidade que sempre buscou o glamour, mas nunca encontrou. Brasília foi maltratada desde o início, nasceu apanhando. Quem construiu Brasília foi Juscelino (Kubitschek, ex-presidente), mas quem deu os acabamentos foram os primos do demônio: uma gente que fez uns acabamentos de quinta. Em compensação, os empreiteiros, que manipularam as obras, estão riquíssimos.

O senhor fez amizades na Câmara?
Não. A maioria só aparece quando precisa de alguma coisa. O Arlindo Chinaglia me ligou uma vez. Falou horas a respeito das qualidades dele, todo pomposo, mas não prestei atenção. Ainda mais porque sei que ele é da turma da Marta Suplicy. Essa eu conheço desde menina. Ela é uma pendurada na influência do marido. Uma pessoa que não muda o sobrenome para explorar a influência do ex-marido é o fim do mundo.
O senhor acha a Câmara mal cuidada?
Está tudo caindo aos pedaços, velho, cheio de ácaros. Por isso não costumo sair do gabinete. Só saio quando tenho que ir ao plenário votar. Várias pessoas vêm conhecer o meu gabinete. É o mais visitado da Câmara. Você pode até não gostar de branco, mas não pode dizer que seja um gabinete de mau gosto.
É possível resgatar a ética da Câmara?
E o brasileiro tem ética por acaso? A Câmara é reflexo do Brasil. O problema é que o brasileiro se vende barato. É só o político dar uma cesta básica que ganha o voto. Isso acontece no país inteiro, é uma tradição que vem dos índios. Eles se vendiam por colares e espelhinhos. Esse processo continua igual na escolha das pessoas que vão comandar o país. Elas vêm para Brasília e saem gordas de tanto mamar na vaca profana.
Quem é a vaca profana?
É o país, claro. A verdade é que a maioria dos brasileiros não gosta de trabalhar. Quer um emprego para ficar encostado, e só. Gente desse tipo é que é conivente com as poucas vergonhas, com os Dudas Mendonças. Nosso país se fez dessa maneira: de degredados, de índios de má qualidade... Ou as pessoas acordam ou o país vai para o caos.
Por que diminuir o número de deputados?
É preciso reagir contra esse bando de gente que não faz nada aqui, contra a idiotice que está presente em Brasília. A única coisa que vai obrigar a Câmara a mudar, a voltar a ser o que já foi um dia, é com atitudes radicais como essa. Mas a mudança tem que vir de fora para dentro. Pode parecer um projeto utópico, mas alguém precisa provocar esse debate. A população tem que obrigar a Câmara a ter qualidade, e não quantidade. As pessoas devem aprender também o que é qualidade. Mas alguns já entenderam: recebi 50.000 emails de apoio ao meu projeto. É impossível combinar 513 deputados com qualidade. Não quero que ninguém seja expulso amanhã. Basta diminuir o número nas próximas eleições. Não se limpa uma casa limpando apenas os vidros, só por fora. Para que a casa fique realmente limpa, é preciso limpar por dentro.
A casa está cheia?
Cheia e suja. Quando entrei aqui, comprovei um monte de coisa que eu já imaginava. Na Câmara tem muita gente trabalhando com o ordinário, com aquilo que não precisaria, vendendo o país, vendendo a si mesmo. Eu estou aqui para trabalhar. A maioria está aqui para se aproveitar das benesses da posição. Para conviver com essa gente toda, eu tenho que acreditar nos poderes que eu acredito, que são mais fortes do que as atitudes deles. Eu gostaria de consertar a Câmara, mudar Brasília. Pode ser meu legado. Não sei como alguém pode ter prazer em esconder dinheiro na cueca, em levar dinheiro em malas. Não consigo entender para quê. Sei que as minhas ideias são meio utópicas, mas é preciso sonhar.
Os deputados lhe tratam bem?
No começo os deputados me tratavam com muita reserva, mas hoje isso mudou. Eu os encontro nos corredores, eles olham pra baixo e fingem que não me conhecem. Mas aí eu grito: boa tarde! Aí eles passam a responder. Pode perguntar aqui quem é o deputado mais agradável da casa. Sou eu. É porque eu sou generoso com as pessoas. Outro dia, dei uma camisa do São Paulo para um ascensorista que trabalha aqui há quinze anos. Era aniversário dele. O rapaz levou um susto, porque ninguém sabe que ele existe. Mando flores e bilhetes para todos os deputados. Isso me faz bem. Mas alguns ainda têm medo de mim, porque a minha inteligência é muito aguda. Mas eu queria que eles tivessem o mesmo amor que eu tenho por eles. Queria que eles me respeitassem.
O senhor tem vergonha da Câmara?
Não, eu não faço parte dela. Eu só estou aqui. Se um dia ela voltar a ser correta, terei a maior honra de fazer parte. Mas por enquanto só estou aqui. Missa de corpo presente. Eu tenho que driblar algumas coisas, porque eu não sei onde está a lama aqui dentro. E eu vou pisar na lama, evidente. Mas não vou escorregar.
Não é difícil saber onde está a lama?
Não é tão difícil. Mas tem que acreditar no universo. Há pessoas aqui que não são boas pessoas, que não querem o bem do país. Elas trabalham contra o Brasil. Não é uma questão de representar o povo. O povo não tem representação.
O senhor tem outras ambições políticas?
Eu quero ser candidato ao Senado nas próximas eleições. Não quis me candidatar a prefeito de São Paulo, mas tenho certeza de que eu ganharia.
Como?
Um vidente me disse há alguns anos. Mas eu não quero. Não sou burocrata, querido. Não sei lidar com papelada. De repente eu teria que me vender. Não quero isso. Aqui, eu posso falar à vontade. Eu falo bem - é uma dádiva que o universo me deu. Além do mais, eu tenho um parceiro maravilhoso, que sou eu mesmo e minha crença no universo.
Por que o senhor entrou na política?
Eu não vim a Brasília porque quis. Foi o universo que me mandou, por uma razão que ainda não sei. Meses antes da campanha, quando descobri que estava com câncer, tive um insight. Eu sonhei com o prefeito de Ubatuba, um sujeito de péssima qualidade. Ele estava com as mãos no quadril e me disse: "Você quer poder, então vire deputado federal". Não sei por que sonhei com ele. São histórias mirabolantes da minha vida. No dia seguinte ao insight, fui fazer um exame e descobri que meu câncer, que era do tamanho de uma moeda, estava do tamanho de um arroz. Ninguém pode explicar como diminuiu. Operei depois de uma semana. E eis que apareceu um senhor no hospital e me convidou para ser deputado. Era o Ciro Moura, presidente do PTC. Aceitei na hora.
Um sinal do universo?
Evidentemente. Por que aquele senhor apareceu justamente naquela hora? Nós recebemos recados todos os dias. Mas esse cidadão tinha intenções que eu não sabia. Ele queria usar meu nome para dar prestígio ao partidinho dele. Queria me explorar, usar meu nome pra eleger outros deputados. Ainda bem que só um entrou pendurado em mim, como suplente. O universo é sábio. A verdade é que os partidos nanicos são desonestos, vivem de sugar dinheiro público. Mudei de partido e eles me processaram. Mas o fato é que os votos foram para mim – não para o partido.
O senhor teve 496 000 votos. O que explica essa votação expressiva?
Dizem que a população votou em mim como uma forma de contestação. Na verdade, não foi. Meu voto veio da mãe de família, que induziu o filho e o esposo a votar em mim. Tenho uma história que ilustra bem isso. Quando eu era candidato, dois assaltantes invadiram minha casa. Eu estava pintando de cueca, e de cueca continuei. Eles pediram dinheiro, mas, quando descobriram quem eu era e ouviram um pito, saíram rastejando da minha casa, pedindo desculpas. No dia seguinte, a mãe de um deles me ligou para me agradecer por ter dado aquela lição. E me contou que os dezesseis votos da família dela seriam para mim. Isso não é voto de protesto. É voto de quem acredita nos meus valores.
O senhor enfrenta muitos problemas devido ao seu temperamento?
Acontece. Se me destratar, vai levar um bofetão. Há algum tempo, dei um bofetão num comissário de bordo bichinha que me destratou no avião. Ele me disse que eu estava no assento errado, foi grosseiro. Há uma facção maldosa do PT, xiita, que arma esse tipo de situação. Tem um segmento xiita. Eles induzem as pessoas a fazer coisas para você se estrepar frente à opinião pública. Aí me expulsaram do avião. Tudo programado.
Por que o senhor acha que o PT está por trás disso?
Eu sei que é. Alguma coisa me diz. Eu só tenho minha palavra e minha convicção.
O senhor venceu um câncer de próstata e sobreviveu sem sequelas a um derrame...
Sofri muito com o câncer, mas foi algo que eu mesmo causei. Acho que aquilo aconteceu como uma forma de eu tentar me redimir da minha homossexualidade. Quando o médico me ligou para me informar de que eu estava com câncer, fiquei aliviado. Dei graças a Deus.
Por quê?
Imagine se fosse Aids? Eu poderia ter infectado muita gente. Mas paguei um preço alto pelo câncer. Fiquei impotente. O que eu posso fazer? Nada. Nem tudo pode ser uma maravilha. Às vezes consigo ter um orgasmo seco. Mas tem que haver uma ligação espiritual com o parceiro.
Por que o senhor não apresentou nenhum projeto defendendo o direito dos homossexuais?
Deus me livre. Quais direitos? Direito de promover passeata gay? Não tenho orgulho de transar com homem. O primeiro homem que eu vi transando com outro foi meu pai - era o meu tio, irmão da minha mãe. Eu tinha 13 anos. Foi num domingo, depois da missa. Sentei no chão e pensei: meu Deus, minha mãe não é amada por ninguém. Meu pai nunca soube que eu vi. Quando ele me perguntou dois anos depois se eu era gay, não respondi. Nunca mais se falou sobre isso lá em casa. Mas eu podia ter dito o diabo para ele. ESTE ERA MEU AMIGO CLODOVIL , EU ADORAVA , E POR TER MUITAS SEMELHANÇAS COM ELE SEI O QUE SOFRO E SEI O QUE GANHO , MAS NÃO PRETENDO SER DIFERENTE , AFINAL VAMOS COMBINAR QUE ELE FOI E É UM SUCESSO!



sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Meus amigos muita gente diariamente sem excessão  , me pergunta sobre a casa e sobre os bens de meu amigo Clodovil , eu respondo o que a maioria sabe , que esta sendo travada uma luta legal para que tudo fique preservado e que fique aqui em Ubatuba , a casa esta sendo cuidada por antigos funcionarios de Clodovil "Seu" Antonio , o jardineiro e "faz tudo" de Clodovil ha muitos anos zela e conserva a mesma como se nosso amigo e patrão ainda estivesse vivo , alem dele seguranças tambem la estão presentes 24hs para evitar qualquer tipo de depredação ou furto  , a prefeitura tambem esta empenhada em preservar a propriedade , pois trata se de um patrimonio nacional que pertenceu a uma personalidade impar que marcou todo o Brasil , e que esta em nossa Ubatuba , eu torço para que estas pessoas em conjunto sejam vitoriosas e que em breve tenhamos um museu aberto a visitação , assim todo um paiz podera conhecer o estilo de vida unico , os objetos , roupas enfim a maneira de ser Clodovil , porem a bem da verdade me chegou esta noticia ha alguns dias que resolvi aqui colocar para que todos saibam desta triste possibilidade , que de coração e por meu amigo Clodovil espero que não aconteça !

São Paulo - O Ministério Público pediu à Justiça que o responsável pelo espólio do deputado federal Clodovil Hernandes derrube parte da casa do estilista na Praia do Léo, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a medida em 2008, um ano antes da morte do estilista, pois a propriedade fica no Parque Estadual da Serra do Mar.
O deputado foi condenado a demolir parte da construção por causa de obras irregulares. Algumas, feitas desde 1998, haviam sido embargadas pela Polícia Ambiental e pelo Instituto Florestal, que administra o parque. 
Entre as acusações estava o uso de um trator para abrir lotes em área de preservação, impermeabilizar o solo, abrir ruas, erguer construções e introduzir plantas que não faziam parte do ecossistema local. Tudo sem licenciamento ambiental.
A condenação obrigava Clodovil não só a demolir as construções irregulares, mas a recuperar a área degradada. No entanto, isso não foi cumprido, segundo o Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (Gaema), do Ministério Público. "Embora já condenado de forma definitiva pelo STF, as medidas de restauração da área degradada ainda não estão sendo cumpridas, pois, em razão da morte do acusado, a inventariante alega não ter condições financeiras de custear a recuperação ambiental", diz o promotor Matheus Jacob Fialdini, do Gaema.
O promotor não concorda com a justificativa e vai solicitar a reserva de bens no processo de inventário do ex-deputado, para conseguir que a recuperação seja executada pelo próprio espólio ou por terceiros. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Bem meus amigos e leitores vamos torcer para que uma solução de consenso aconteça , pelo bem da cultura e da historia de Ubatuba e do Brasil !


Meus amigos durante toda a semana me pediram para colocar mais conceitos de Clodovil, contar mais sobre suas falas polemicas e de efeito, ele tinha muitas eu ate digo que ele não tinha nenhuma “comum” ou “normal”, comigo, com a Amanda, copeira e amiga, com Paulo o fiel escudeiro, motorista, segurança, amigo e faz tudo da casa ele era muitas vezes cruel, a língua sempre afiada, mas todos nos adorávamos, pois sabíamos que ele só falava para nos ensinar, uma vez ele disse a mim: "JOÃO VOCE É UMA DAS MAIORES INTELIGENCIAS QUE EU CONHEÇO, POREM NÃO SABE DIRECIONA LA PARA NADA, NEM PARA O BEM E NEM PARA O MAL, É COMO UMA PESSOA QUE TEM DUAS MÃOS ESQUERDAS" , na hora me ofendi , briguei porem depois vi que ele tinha razão e hoje se direciono minhas capacidades para o lado que julgo certo e correto, é única e exclusivamente por causa da observação de meu amigo Clodovil!

"Você é tão feia que não serve nem para ser prostituta."
Frase atribuída a Clodovil durante uma briga com 
a colega de Câmara Cida Diogo, em 2007.

"Eu sou muito mais macho que o 
Inocêncio (Oliveira). Mexe comigo pra ver!” 
Ao deixar o PTC pelo PR do ex-presidente da Câmara.
 
"Da fruta que eu gosto o Leonardo di Caprio come até o caroço. 
Sei disso porque boi preto conhece boi preto."
"Na minha idade eu só aprecio o sexo se for 
bem feito; e sexo bem feito só com profissional."
"Eu sou feito cachorro, é só passar a mão que eu abano o rabo."
"Hoje não existem mais estilistas; é um monte de bichas."
"As pequenas frescuras é que fazem a vida mais gostosa."
"De cara é maravilhosa, mas a bunda, meu bem, é um horror!"
Sobre a atriz Luana Piovani.
"Eu só vim aprender o caminho da escola. 
Queria saber se venho com uma bolsa Louis Vuitton ou 
com uma sacolinha das Casas da Banha.” 
Em visita ao Congresso Nacional, prometendo ser 
o deputado do "amor e do afeto"".
"Não sou incauto como o presidente, que chegou ignorante ao poder e misturou álcool nisso tudo.






sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Meus amigos hoje colocarei aqui trechos de uma entrevista que Clodovil deu a uma revista em 2007 , talvez tenha sido uma das ultimas que ele concedeu em sua casa aqui de Ubatuba , ele estava mais sincero que nunca e a entrevista foi em um total clima de descontração e gargalhadas , surpreendam se voces hoje com as respostas inteligentes e polemicas que meu amigo sempre tinha na ponta da lingua sem medo de nada e de ninguem , ah , saudades , saudades deste meu maior professor de vida e atitude !

Qual é seu maior medo?.
Não tenho medo de nada. Porque, se eu tivesse, não acreditaria em Deus.

Figura histórica com que mais se identifica.
Fernando Pessoa e Eva Perón.


Pessoa viva que mais admira.
Dalai Lama.


Característica que você mais odeia em si mesmo.
São tantas, nem sei se eu tenho qualidades.


Uma extravagância.Uma vez, em Milão, vi um casaco de US$ 28 mil. Apaixonei-me e o comprei. Dali, tive de voltar para o Brasil porque não tinha dinheiro para continuar a viagem. Hoje, o casaco apodreceu.


Maior mentira que já contou.Que eu sou feliz.


Quando foi mais feliz?.
Quando a mamãe estava viva, há 20 anos.

O que mudaria em você?.
Tudo o que pude mudar já mudei – nariz, orelhas. Agora, se eu pudesse me recuperar do câncer de próstata (ele extraiu o órgão no início do ano), era algo que eu faria. Assim, eu voltaria a sentir desejo sexual.


Bem mais precioso.
Meu caráter.

O que escreveria em sua lápide?.
É preferível afrontar o mundo e servir nossa consciência a afrontar nossa consciência para ser agradável ao mundo.


O lugar mais estranho em que já fez amor.Num avião, indo para Paris.


Pior inimigo.
Eu mesmo.

O que os outros falam de você?.Não me importo com o que falam pelas minhas costas. Meu traseiro não tem ouvido.


Que música está na campainha de seu celular?.O miado de uma gata.

Qual é seu preço?.
Um tostão. Já é alguma coisa, pois as pessoas dizem: “Fulano não vale um tostão”.

Um objeto do desejo.Um sapo de diamante da Tiffany.


Maior vexame pelo qual já passou.Numa festa, sentado no colo de uma pessoa que eu adoro, meu dente caiu.


Maior desafio.Viver.


Última compra.Uma sauna portátil.


Xingamento favorito.
Gosto de falar para minha empregada: “Tomara que você ganhe na Loto, pois assim você terá empregados iguaizinhos a você".

Este era Clodovil , unico e especial , e eu tenho o maior orgulho e sinto me honrado em ser conhecido aqui em Ubatuba como JOÃO AMIGO DO CLODOVIL !



sexta-feira, 4 de novembro de 2011

BRIGA DE AMOR

Clodovil durante grande parte de sua vida cuidou de seus cabelos com uma amiga, a cabeleireira Neusa, muito conhecida e conceituada aqui em Ubatuba, porem após ser eleito deputado, Clodovil por alguns motivos que não há necessidade de relatarmos aqui, brigou com Neusa, rompeu com a mesma em definitivo, e ai começou uma peregrinação por diversos salões de cabeleireiros para tentar achar um que tivesse a mesma habilidade de Neusa no trato de seus cabelos, missão inglória, não conseguiu, ele mesmo cuidava sem muito sucesso, principalmente no que se referia à coloração, eu ate então estava quieto na minha, pois a convivência intima com Clodovil me ensinou a somente agir se requisitado, para não piorar o problema, foi quando ele me pediu: "JOÃO, MARQUE UM HORARIO COM A NEUSA, QUERO TRATARDE MEUS CABELOS", eu contente disse: "QUE BOM, MEU AMIGO, VOCE FEZ AS PAZES COM ELA!"  Ao que ele responde, "ABSOLUTAMENTE, NÃO FIZ E NÃO VOU FAZER VOCE IRA JUNTO E VOCE IRA FALAR COM ELA POR MIM", eu não acreditei naquilo, e tentei argumentar: "MAS CLODOVIL ISTO E UM ABSURDO, COMO É QUE VOCE VAI TRATAR COM ELA OS CABELOS SEM FALAR COM ELA, SERA QUE ELA VAI ACEITAR ISTO?" ele retruca "CLARO QUE VAI ELA ME AMA!" Pois bem telefonei para Neusa que me atendeu com a elegância de sempre e para minha surpresa quando expliquei o que ele queria disse "JOÃO É CLARO QUE EU O ATENDO, POIS EU O AMO E ELE ME AMA, NOSSA BRIGA E DE AMOR!" Pois bem no dia e hora marcados fomos ao salão de Neusa, ele entrou sentou e não dirigiu a palavra a ela, tudo o que ele queria que fosse feito em seu cabelo ele falava para mim e eu repetia a Neusa, sim leitores eu tinha de repetir, apesar da mesma estar ali ao lado, pois bem Neusa como sempre executou seu trabalho com maestria , tudo o que ele queria para seus cabelos aconteceu , ficou perfeitos, ele estava feliz, pediu que eu agradecesse e elogiasse Neusa, e quando a mesma recusou se a receber pelo trabalho ele deu o valor correspondente para as assistentes do salão ali presentes, me despedi admirado do profissionalismo de Neusa e convencido que aquela briga realmente era uma briga de amor, Clodovil após este episodia achou o DMA salão no shopping, e La cuidaram de seus cabelos ate a sua morte, porem ele sempre, sempre tinha um elogio para sua inimiga amada Neusa, que realmente os merece, pois Neusa em um encontro recente comigo ao me autorizar este relato me disse, "NÓS NOS AMAVAMOS JOÃO E POR ISTO BRIGAVAMOS", no que ela tem razão, pois Clodovil só era duro com quem amava quem não era importante para ele era ignorado! Eu e Neusa temos muitas saudades dele e o episodio no salão, que era para ter sido algo chato e constrangedor para nós se transformou em uma doce e divertida lembrança!


segunda-feira, 31 de outubro de 2011

CLODOVIL E O ANIVERSARIO DE UBATUBA

Clodovil era um apaixonado por Ubatuba, uma paixão louca, sem medidas, de Ubatuba só falava bem, quem quer que tenha assistido a um só programa ou entrevista protagonizada por Clodovil com certeza ouviu os rasgados elogios a esta natureza privilegiada de Ubatuba, ele após eleger ser deputado federal tentou ajudar a cidade e muitas vezes conseguiu porem política a parte ele tinha planejado para o ano de sua morte uma comemoração especial e diferente para o aniversario da cidade, ele literalmente faria uma festa na praia do pereque Açu, sim, é isto mesmo ele tinha a idéia de reunir pescadores índios e pessoas do povo e promover uma grande homenagem a cidade, com teatro , dança e musica , tinha já rascunhado (vejam bem em fevereiro) os trajes típicos dos personagens da historia da cidade, o texto para a peça que infelizmente ele só relatou, não anotou, e tinha ainda já totalmente “escalados” amigos e amigas famosos para estarem presentes no dia, eu acompanhei junto com Amanda e Paulo funcionários e amigos, toda a “viagem” de Clodovil sobre o evento, sobre o aniversario de Ubatuba que para quem ouviu falando a sensação era de que uma pessoa e não uma cidade iria aniversariar , quando uma vez eu o questionei o por que dele estar fazendo tudo com tanta antecedência , ele respondeu: "JOÃO, PARA TUDO E TODOS Os QUEM AMAMOS TEMOS DE FAZER O NOSSO MELHOR, E O MEU MELHOR SÓ EXISTE COM DEDICAÇÃO E PLANEJAMENTO, COM O TEMPO A MEU FAVOR E NÃO CONTRA MIM, POIS SE EU TIVER DE FAZER QUALQUER COISA AS PRESSAS É PORQUE ESTOU SENDO OBRIGADO, OU PORQUE TENHO PRECISÃO DA COISA OU ESTOU FAZENDO PORQUE ME LEMBREI DE FAZER EM CIMA DA HORA, JÁ QUANDO AMO COMO AMO UBATUBA EU PLANEJO, POIS ME LEMBRO SEMPRE DA CIDADE E NÃO SÓ EM SEU ANIVERSARIO, EU ME DEDICO, POIS FAÇO POR BEM QUERER E FAÇO O MELHOR E O MELHOR SÓ PODE SER FEITO COM CALMA E TEMPO!"
Este era Clodovil, que não teve tempo de fazer o aniversario para nossa cidade, mas que eu tenho convicção que esteja onde estiver estará sempre a olhar o mar, a natureza fantástica de Ubatuba e a comemorar mais um ano de progresso e crescimento de nossa querida cidade, parabéns Ubatuba em meu nome e em nome de meu tão saudoso amigo Clodovil!

sábado, 22 de outubro de 2011

CLODOVIL E O "PASSEIO" DE ONIBUS

Esta historia me fui relatada por Ferraz, um conhecido de Clodovil, que vivenciou a mesma junto a ele, eu não estava presente. “Logo após ser eleito Clodovil encontrou se com Ferraz que sugeriu a ele que tentasse ser mais “simples” menos “celebridade” menos “estrela”, Clodovil respondeu a Ferraz "EU SEMPRE SEREI UMA ESTRELA TENHO BRILHO PROPRIO” porem Ferraz insistiu e ele finalmente aceitou uma sugestão simples do mesmo, andar um longo percurso de ônibus para “sentir” o povo, ouvir e ver as necessidades das pessoas “comuns”, Clodovil aceitou a sugestão, embarcaram ambos no terminal rodoviário central aqui de Ubatuba com destino a Picinguaba, o que com transito normal leva quase uma hora, já dentro do ônibus, reconhecido e assediado Clodovil estava feliz, adorava estar com seus admiradores, ate que em certo momento percebe que o cobrador do coletivo era um rapaz gay, que o encarava insistentemente, Ferraz percebeu que Clodovil estava ficando irritado com a atitude do moço e sem mais nem menos Clodovil fala a Ferraz, "VAMOS DESCER AQUI, VOLTAMOS A CIDADE NEM QUE SEJA A PÉ!" Ferraz tentou argumentar da distancia , das dificuldades e do tempo ate outro ônibus passar ou de se conseguir um taxi , mas nada adiantou , Clodovil quando cismava, cismava, eu que o diga , e acionaram o pedido de descida , quando Clodovil aproximou se do cobrador gay que já havia se apercebido  que ele fora o motivo da confusão, disse retirando uma nota de R$50.00 de sua Louis Vuitton “COBRA” (referindo se as passagens)  ao que o rapaz sem pensar, achamos eu e Ferraz, respondeu “VIBORA“ ! Clodovil pego de surpresa cai na gargalhada e resolve continuar a viagem de excelente humor e brincando com todos os passageiros ! Este era Clodovil, meu amigo inusitado, agradeço a Ferraz por ter me relatado esta historia muito peculiar de Clodovil, meu querido e inesquecivel amigo!



sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Clodovil e sua camiseta rasgada!

Clodovil sempre foi um ícone de elegância, referencia nesta área para todo o Brasil, mas como todo ser humano tinha La seus “segredos” nesta área, e também suas “relaxadas” neste quesito, pois bem, certa tarde uma amiga de Taubaté, proprietária de uma rede de sapatarias, telefonou marcando uma visita, Clodovil ficou feliz, pois a apreciava muito, pois bem no dia agendado, com todo o seu requinte e elegância mandou preparar um chá do tarde magnífico, ornamentou a casa com flores, e tudo ficou como sempre perfeito , elegante e chique demais. Na hora marcada elegantemente como se deve sua amiga chegou , trouxe para ele um exemplar divino de um livro biográfico de Marilyn Monroe, ele delirou com o presente, porem algo estava errado ali na situação, eu estava “sentindo” alguma coisa equivocada, mas não conseguia perceber o que, até que pasmo, notei que Clodovil estava usando uma camiseta velhíssima, rasgada inteira e manchada, que ele adorava usar para dormir, meu primeiro ato foi disfarçadamente alertá-lo para tal fato, pois em minha cabeça ele, envolvido com os preparativos para recepcionar sua querida amiga não havia se apercebido que se esquecera de se trocar, ele ao ouvir o meu alerta disse "JOÃO VOCE TEM MUITO A APRENDER, ELA É UMA AMIGA DE LONGA DATA, IRMÃ, AMADA, E CREIO EU QUE MEUS SENTIMENTOS POR ELA TÊM RECIPROCIDADE, ASSIM SENDO ELA TEM DE ME VER COMO SOU OU COMO ESTOU QUERENDO SER HOJE, CONFORTAVEL, EM MINHA VELHA CAMISETA, POIS PARA ELA NÃO PRECISO SER “CELEBRIDADE” TENHO SIM O DEVER DE SER O AMIGO, QUE AMA QUE RESPEITA E PRINCIPALMENTE QUE CONFIA NA AMIZADE DELA, POIS EU SEI QUE ELA JAMAIS COMENTARA MINHA ROUPA COM NINGUEM, JAMAIS ME FOTOGRAFARIA COMO UMAS E OUTRAS QUE SE DIZEM AMIGAS INSISTEM EM FAZER AQUI EMCASA E VOCE SABE A QUEM ME REFIRO, ASSIM SENDO, DEIXEI MINHA CASA LINDA PARA ELA E EU ESTOU AQUI COM A ALMA LINDA TAMBEM, DESPOJADO DE APARENCIAS E CONVENÇÕES, E TENHA CERTEZA NOSSO CHA SERA UM SUCESSO, POIS SEM QUERE VOCE PROVOU QUE GOSTA DE MIM COMO EU SOU, SABE COMO?? SOMENTE REPARANDO NA CAMISETA QUANDO JÁ ERA TARDE DEMAIS, VOCE É UM AMIGO QUE ME VE COM OS OLHOS DO CORAÇÃO E É ISTO QUE EU GOSTO, SEU ÚNICO DEFEITO É DEMORAR EM PERCEBER AS COISAS, MAS ENFIM, PERFEITO SÓ EU", Este era Clodovil, sábio, filosofo, e como sempre impiedoso, pois sempre atrás do elogio vinha uma “correção” e sabem de uma coisa meu querido leitor agradece a Deus por me ter dado o privilegio de uma convivência com este ser único chamado Clodovil, pois acredito eu que se a mesma não tivesse ocorrido hoje eu não seria o que sou Clodovil, saudades e minha eterna gratidão!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

CLODOVIL E O COLCHÃO DE AGUA

Minha vida aqui em Ubatuba durante a minha convivencia com Clodovil era sempre tumultuada , ao andar pelas ruas da cidade pessoas de todos os tipos e classes sociais me paravam para que eu fosse intermediario de um pedido ao então deputado federal , pois bem um dia ao caminhar no calçadão central de nossa cidade fui abordado pela Sra.Barbara , eu ate então não a conhecia , uma Sra. simpatica , com um olhar doce e decidido , com um toque triste no mesmo , ela com toda a educação me parou e após se apresentar me contou que tinha um filho com cancer osseo em estado terminal , e para que o mesmo tivesse seus ultimos dias com um pouco mais de conforto ele precisava de um colchão de agua , pois o mesmo amenizaria muito suas dores e desconforto inerentes a doença , ouvi o pedido daquela mãe , me comovi e decidi levar o mesmo a Clodovil , pois nem tudo o que as pessoas me pediam eu transmitia a ele , pois só de pedidos para que ele fosse padrinho de crianças e noivas eram dezenas , e conhecendo meu amigo como eu conhecia bem , sabia que eu iria ouvir o que não precisava se levasse pedidos estapafurdios a ele .Pois bem , naquele mesmo dia eu como de habito fui a casa de Clodovil , o encontrei no galinheiro tentando resolver uma desavença entre seus galos , que insistiam em brigar , como a situação era engraçada com Seu Antonio e Paulo a correrem atraz dos mesmos aproveitei e contei a ele que estava de excelente humor o problema da Sra. Barbara , após me ouvir ele sem pestanejar respondeu : "OS GALOS QUE SE MATEM , VAMOS RESOLVER O PROBLEMA DESTA MÃE , POIS PEDIDO DE MÃE NÃO SE NEGA , ELAS SÃO EMISSARIAS DE DEUS , ele pegou o telefone ligou para Brasilia e falou com Deus e o mundo , e conseguiu que o ministerio da saude doasse o colchão que foi entregue aqui em Ubatuba 4 dias depois , porem em uma triste coincidencia o rapaz , filho da Sra. Barbara faleceu no dia em que o mesmo chegou , a Sra. Barbara doou o colchão a uma outra pessoa que necessitava do mesmo e foi ate a casa de Clodovil contar o ocorrido e agradecer o empenho dele , ela escreveu uma carta agraecendo , alem dos agradecimentos de viva voz , ao ler a carta Clodovil chorou , pela primeira vez em minha presença e na presença da Sra. Barbara e dos empregados da casa os quais ele chamou para ouvirem o que ela havia escrito , não vou reproduzir aqui toda a carta , só vou relatar uma frase que foi a qual emocionou a Clodovil e a todos nós ali presentes "PÉÇO A DEUS Sr. CLODOVIL QUE ELE LHE DE OS ANOS DE VIDA QUE MEU FILHO NÃO TEVE AO PARTIR COM APENAS 32 ANOS , POIS O Sr. OS MERECE , E DEUS VAI ME OUVIR , POIS ELE SEMPRE OUVE AS MÃES QUE ESTÃO COM O CORAÇÃO SANGRANDO" , quem não se emocionaria após uma citação desta .  Enfim Clodovil fez muito por pessoas carentes na area da saude , ele tinha mil planos para alavancar melhoras nesta area aqui em Ubatuba , porem não teve tempo , mas Deus sabe o que faz , e quem sabe em um futuro proximo alguem que conheça suas ideias como eu   possa coloca las em pratica com a mesma garra que ele as colocaria , me aguardem  !!

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

CLODOVIL E A PIZZA EM TAUBATÉ

 Um sábado daqueles aqui em Ubatuba, Clodovil entediado, pintou uma tela, assistiu DVDs, telefonou para Deus e o mundo, e mesmo assim estava hiperativo, não conseguia conciliar um sono ou concentrar se em alguma atividade, até que La pelas 19; 00hs tomou a decisão "JOÃO ARRUME SE VAMOS COMER UMA PIZZA!!!" Eu estranhei, em um sábado, cidade cheia, ele que não estava La com muita paciência para nada, mas enfim, não argumentei me troquei, ele também e La fomos com Paulo o motorista e amigo para a cidade, no meio do caminho ele me pergunta "SUA MÃE ESTA EM CASA?" Eu sem entender muito o porquê da pergunta respondo que sim, ele então fala: "CONVIDE A PARA IR CONOSCO",  ai é que eu fiquei mais intrigado ainda, mas como o conhecia muito bem apenas peguei o celular e liguei para mamãe e fiz o convite, ela aceitou, e em 5 minutos estávamos com ela dentro do carro, ai veio a noticia de Clodovil: "PAULO, POR FAVOR, SIGA PARA TAUBATÉ, VAMOS COMER A PIZZA LA", eu perguntei; "Por que Taubaté Clodovil?" E ele com seu jeito único de pensar e ser respondeu: "PORQUE EU SOU DIFERENTE JOÃO, SERA QUE VOCE AINDA NÃO PERCEBEU, ENQUANTO OS TURISTAS LOTAM UBATUBA POR SER FIM DE SEMANA EU FAÇO O CAMINHO CONTRARIO, ASSIM TEREMOS UMA PIZZA RECHEADA DE SOSSEGO SEM ASSÉDIO E SEM CONFUSÕES, TEREMOS EU VOCE SUA MÃE E PAULO SIMPLESMENTE UMA PIZZA!"
Depois desta explicação como poderia eu argumentar, chegamos a Taubaté por volta das 22h00minhs, ele escolheu uma pizzaria próxima a praça do fórum antigo de Taubaté, quase chegando ao convento de Santa Clara , Paulo estacionou , entramos, e quando as pessoas viram Clodovil ali em carne e osso, foi um tumulto, em menos de 5 minutos após estarmos instalados em nossa mesa, começaram a chegar Sras., jovens, moças e rapazes pedindo autógrafos e fotos, ou seja, a pizza simples e tranqüila não aconteceu, pois só conseguimos comer a mesma após a meia noite, e ele quando deixávamos a pizzaria disse "REALMENTE NÃO ADIANTA PAZ E SOSSEGO EU SÓ TEREI QUANDO MORRER, E MESMO ASSIM CASO EU NÃO ENCONTRE DO LADO DE LA GENTE QUE EU NÃO GOSTE E TENHA DEIXADO DE APARAR ARESTAS ENQUNATO ESTAVAMOS AQUI, POIS ESTA PIZZA DELICIOSAMENTE TUMULTUADA PROVA ISTO, EU NASCI PARA CAUSAR E QUER SABER ADORO!" Eu olhei para minha mãe, para Paulo e todos não resistimos caímos na gargalhada, pois ele tinha razão e a nossa noite tranqüila de pizza e vinho alem de não acontecer ainda tinha 100 km de estrada para terminar, mas tudo bem ele estava radiante com a recepção maravilhosa de seus fãs de Taubaté e todo o caminho foi percorrido com muitas piadas gargalhadas e comentários impublicáveis dele sobre diversos assuntos, e sou claro eu e Paulo fomos brindados com as discussões dele com minha mãe, discussões estas impublicáveis! Ou não, quem sabe um dia se mamãe deixar eu conto! visitem o blog  : http://www.clodovilamigodojoao.blogspot.com/ A foto de hoje é do acervo pessoal de minha amiga e de Clodovil Dra. Wania Agostini , sentada no trono de Clodovil enquanto ele cuidava do jardim , saudades !!!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

CLODOVIL NO BARDOLINO

Clodovil tinha serias restrições a feijoada, e constantemente era chamado para eventos aonde este prato seria servido, ele muitas vezes por necessidade e educação comparecia, mas nunca comia, pois não via a tal da feijoada com bons olhos, e sempre sobravam para mim as reclamações e a fome que vinha acompanhada do mau humor típico e único de Clodovil! Pois bem um sábado Clodovil teve de vir almoçar  no centro de Ubatuba, pois a sua cozinha iria passar por uma dedetização, La pelas 15h00minhs, Clodovil eu e minha mãe chegamos ao BARDOLINO, um charmoso, tradicional e requintado restaurante aqui de Ubatuba, ao entrarmos nos deparamos em uma feliz coincidência com as amigas Kakau acompanhada de seu marido Ewaldo e a Dra Wania, Clodovil feliz perguntou a atendente qual era o prato do dia, ela respondeu "FEIJOADA"  ele quis morrer, e quando já ia desistindo de almoçar viu em outra mesa a feijoada servida e sem nenhuma explicação sentou se e pediu que o servissem da mesma, eu sem nada entender perguntei, Por que você pediu feijoada se você não gosta? ele respondeu; "JOÃO OBSERVEI A MESA AO LADO E ACHEI A APRESENTAÇÃO DA FEIJOADA MUITO BOA, QUERO EXPERIMENTAR, POIS EMPRE ESTOU ABERTO A VER COISAS TRADICIONAIS EM OUTROS FORMATOS!" Pois bem fiquei quieto e aguardei a feijoada, que quando foi servida foi "devorada” por Clodovil que a adorou, ao final da refeição Clodovil disse à proprietária do BARDOLINO  Sra. Marilia, "ADOREI A SUA FEIJOADA, É A PRIMEIRA FEIJOADA QUE NÃO É CAFAGESTE QUE EU EXPERIMENTEI!"  O Sra.Marilia agradeceu e após muitas fotos, autógrafos e brincadeiras voltamos para a casa de Clodovil, afinal seja qual for à feijoada, um soninho depois é praxe ate mesmo para Clodovil, em tempo se vocês ficaram curiosos sobre o formato da feijoada, é só ir ao BARDOLINO aos sábados, que continua com a mesma igualzinha aquela que foi saboreada por Clodovil, e antes que as, mas línguas falem deste "merchandising" do BARDOLINO  eu já respondo sempre elogiarei aqueles que de alguma forma prestigiaram, e foram prestigiados por Clodovil, afinal tal coisa é para quem merece e pode e não para quem quer, a foto desta coluna foi tirada neste dia !!

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

ESTA É ESPECIALMENTE PARA A MARIA VIANA


coleção de cristais

jogo de chá

santa barroca na sala azul

sofa com croche

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

PREFERENCIAS DE CLODOVIL

Muitas pessoas me perguntam até hoje das PREFERENCIA DE CLODOVIL, o que ele gostava, o que não gostava, o que usava, o que comia, enfim aquelas coisinhas que todos nós temos em nossas vidas pessoais , eu me lembrei de algumas e aqui estão para saciar a curiosidade de vocês !

Perfume: Ele usava BLUE  de Dolce  Gabana
Flor: A preferida era BASTÃO DO IMPERADOR
Cor: Amava o azul, odiava o marrom
Carro: Preferia os utilitários grandes  e de preferência os de cor preta
Doce: Adorava queijo branco com molho quente de goiabas
Bebidas: Champagne, café (tinha de ser muito quente) e  suco de maçã
Salgado: Empadinhas de camarão, aqui em Ubatuba só da Ellen
Filmes: Assistia muito filmes biográficos
Filme preferido: Assistiu diversas vezes O DIABO VESTE PRADA, BANDIDAS  E PIAFH
Televisão: Amava novelas, quando não podia assisti las pedia que eu gravasse o capitulo
Prato preferido: Era fanático por frutos do mar, peixe ao forno eram seus preferidos
Horários: Acordava cedo, bem cedo, em torno de 06h30minhs, dormia após o almoço por 2 horas e a noite só ia para a cama após as 2 h da madrugada
Hobbies: Em seus últimos anos, estava louco por pintura, produziu muito e decoração também era uma paixão
Virtudes: Inteligência e força de vontade
Defeito: Falta de paciência (pavio curtíssimo)
Passeios: Praias (para caminhar) e pasmem, aqui em Ubatuba adorava passear em supermercados, e no shopping Porto Itagua
Animal: Cães , era amante , protetor e os adorava
Medo: O seu único medo era não encontrar Dona Isabel (sua mãe) após a morte
Humor: Péssimo pela manhã , normal à tarde , excelente à noite
Língua preferida: Frances
Musicas: Americana e francesa anos 50
Ator Brasileiro: Paulo Autran , Caio Blat
Ator estrangeiro: Jean Paul Belmondo
Atriz Brasileira: Cleyde Yaconis
Atriz estrangeira: Meryl Strepp

Bem amigos tem mais porem fica para uma próxima ok , e quem quiser saber algo me escreva , e eu se souber respondo  , abraço !


RONALDO ESPER FALA QUE CLODOVIL FOI ASSASSINADO

 MEUS AMIGOS JULGUEM COMO ACHAREM , EU PREFIRO FICAR QUIETINHO !!RONALDO ESPER FALA QUE CLODOVIL FOI ASSASSINADO "

2 Chopes com Ronaldo Esper

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Amigos, seguem algumas fotos de Clodovil de meu acervo pessoal!!


Eu e Kakau Di Lorenzo na casa de Clodovil



Café da Manhã na sala vermelha , neste dia a convidada era Kakau

Sala vermelha vista da piscina !!


sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Biografia de CLodovil

Meus leitores esta semana fui por diversas vezes questionado sobre a biografia de Clodovil , pois há muita informação correndo na internet e as mesmas muitas vezes não “ batem “ enfim aqui vai a real biografia de meu amigo , de forma resumida , porem sem fantasia ou informações que não sejam verdadeiras

Clodovil Hernandes nasceu na cidade de Elisiário, no interior de São Paulo e foi adotado por um casal de imigrantes espanhóis (Domingo Hernández e Isabel Sánchez), nunca tendo conhecido seus verdadeiros pais. Foi educado em colégio interno por padres católicos; mudou-se para São Paulo para estudar Filosofia, embora nunca tenha seguido esta carreira. Falava francês e castelhano, além do português. Nos anos 60 ganhou fama como estilista de alta costura, mantendo uma "rivalidade" com Dener.
Sua casa aqui em Ubatuba era a maior de suas paixões , ele tinha orgulho da mesma e a exibia a imprensa e amigos como um pai orgulhoso de um filho .E nossa cidade era seu refugio e ele a amava como poucos !!!
A despeito da vida de "glamour" e fama, fazia questão de demonstrar sua espiritualidade, citando Deus de forma recorrente nos diálogos e entrevistas: "Eu não sou briguento. Como eu poderia ser? Eu sou temente a Deus.".
Consagrado como estilista nos anos 60 e 70, foi convidado a trabalhar na televisão, onde também alcançou sucesso, permanecendo por mais de quarenta anos; foi apresentador de inúmeros programas em diversas emissoras.
Lançou-se deputado federal nas eleições de 2006 e tornou-se o terceiro deputado federal mais votado do País, com 493.951 votos ou 2.43% os votos válidos. Desconversava quando indagado sobre candidatar-se à Prefeitura de São Paulo.
Foi conhecido principalmente pela postura de polemizador e por declarações consideradas impróprias ou indelicadas, muitas vezes dirigidas a outras personalidades famosas. Entre outras polêmicas, estão acusações de racismo e antissemitismo. Este foi o percurso de meu saudoso amigo Clodovil nesta terra e alem de tudo isto um ser humano sensível e que se entregava de corpo e alma as causas que acreditava , muitas vezes de forma equivocada e com truculência verbal (o que se tornou sua marca registrada ) porem sempre pelo bem , Clodovil foi o tipo de pessoa que se “adaptava bem ao ditado : AME- O OU ODEIE !!!
Eu amava !!!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Mineira em Lua de Mel

Clodovil era muito vaidoso, e muito exigente com tudo e todos que o serviam nesta área, estética e beleza para ele eram primordiais, ele dizia que "UM ARTISTA TEM OBRIGAÇÃO DE ESTAR SEMPRE BEM PARA COM ISTO DEMONSTRAR O RESPEITO E O CARINHO PELO SEU PUBLICO"  Assim sendo esteticistas e cabeleireiros tinham de ter muita paciência e cuidado no trato com Clodovil, aqui em Ubatuba Clodovil através de minha pessoa foi apresentado ao casal Meyre e Daniel do DMA  salão do SHOPPING PORTO ITAGUA  aonde conforme já contei aqui desenvolveu uma amizade enorme por ambos e adotou o salão literalmente como seu, enfim em uma destas visitas Clodovil, que inicialmente havia agendado somente manicure, percebeu que uma cliente fazia um tratamento especial cujo nome é "SERVIÇO DIAMANTE CAUTERIZAÇÃO DE BRILHO LONGA DURAÇÃO" cujo propósito era deixar o cabelo com cachos definidos e com um brilho intenso e de longa duração, enfim, ele quis fazer,  eu tentei argumentar que ele não possuía cacho algum no cabelo, e ele então "delicadamente" me respondeu "POSSO NÃO TER CACHOS JOÃO MAS PELO MENOS EU TENHO CABELOS” quem me conhece sabe o porquê da resposta , risos no salão e la vão Meyre e Daniel aplicarem os diamantes em Clodovil , que senta se ao lado da cliente que já estava fazendo o mesmo tratamento , Clodovil sem pensar pergunta a cliente ao lado de onde ela era , se era turista ou se residia aqui em Ubatuba , a moça respondeu que vinha do sul de Minas Gerais , e que estava aqui em Ubatuba de lua de mel , Clodovil então solta uma de suas perolas "QUERIDA DESDE QUE A VI ENTRANDO AQUI NO DMA EU SOUBE QUE VOCE ESTAVA DE LUA DE MEL” a moça espantada pergunta: "MAS COMO CLODOVIL?" ele retruca : "ORAS, UMA MULHER COM ESTE AR DE FELICIDADE COLOCANDO BRILHO DE DIAMANTES NOS CABELOS E COM AS PERNAS ABERTAS, POIS VC NÃO AS CRUZOU UM SÓ MOMENTO, SÓ PODE ESTAR EM LUA DE MEL" todos ficaram sem ação , e a moça linda , jovem e finíssima deu uma gargalhada e foi acompanhada por todas as outras pessoas que la estavam, este era Clodovil, inteligente, um humor acido e sarcástico, muitas vezes mal interpretado pelas pessoas, o fim desta historia? Oras Clodovil saindo com o brilho de diamantes nos cabelos e convidando a recém casada, o marido Meyre e Daniel para um jantar naquela noite em sua residência, que alias foi muito divertido, mas esta historia eu conto na próxima, e hoje só quero dizer que muitas vezes devido a regras sociais e principalmente medo, não falamos o que queremos, nem perguntamos tudo que nos desperta curiosidade, por medo da resposta e da reação das pessoas, Clodovil ao contrario falava tudo e perguntava tudo pois como ele mesmo dizia quando eu tentava "puxar o freio” de sua língua : "JOÃO NÃO SE PREOCUPE EU FALO MESMO , POIS SOU O PIOR TIPO DE COVARDE AQUELE QUE NÃO TEM ABSOLUTAMENTE MEDO DE NADA”

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Imitando Clodovil para o Clodovil

MEUS AMIGOS HOJE  ANDRÉ , UM GRANDE AMIGO, VAI RELATAR UMA HISTORIA MUITO ENGRAÇADA OCORRIDA AQUI EM UBATUBA COM CLODOVIL NO ANCHIETA CAFÉ , EU NÃO ESTAVA PRESENTE , MAS JÁ CONHECIA A MESMA QUE ME FOI CONTADA POR CLODOVIL , AQUI VAI :

Hoje, eu André Felipe, peço licença aos leitores deste espaço brilhante produzido pelo João Toledo, para contar uma situação no mínimo inusitada vivida por Clodovil, algumas personalidades de Ubatuba e  eu. Vamos lá:
Sou chefe do bar do Anchieta Café. Estava eu em mais uma noite de trabalho, cortando frutas, abastecendo as geladeiras, trocando o chopp, montando a praça de trabalho e etc... No palco, Beto Avaroha tocava o que de melhor existe na música popular brasileira. Seria mais uma noite normal, não fosse a chegada triunfal de Clodovil Hernandez. Naquela oportunidade, ele vinha de uma cir urgia na próstata. Ele chegou e foi direto à mesa redonda do Lounge, sua mesa predileta. Com ele, membros da High Society ubatubense, tais como Wellington e Leslie Amaral ( então proprietarios do Anchieta Café), Sérgio Caribé e sua então esposa Nina de Carvalho, o advogado César Prates e esposa, Silvinho Brandão, Kakau di Lorenzo e Ewaldo do jornal Agito. Papo vai, papo vem, garrafas e garrafas do excelente champagne francês "Veuve Clicquot"... Era possível ouvir as gargalhadas vindo da mesa. O movimento da casa era bom, e eu estava totalmente concentrado nos pedidos que chegavam. Quando de repente, eu ouvi uma voz que dizia: "André Felipe, agora eu quero ver se você é 'saco roxo' mesmo!" Olhei para o lado, era o advogado César Prates. Ele disse: "Vamos lá na mesa. Todos estão esperando você ir lá imitar o Clodovil para o próprio Clodovil." Eu respondi: "Você tá louco? Todo mundo sabe que o cara é pavio curto, ele vai querer me matar." O doutor tentou me acalmar, dizendo: "Que nada! Ele é candidato a deputado federal e está em campanha política. O máximo que pode acontecer é de ele te xingar. O Wellington Amaral (meu patrão na época) mandou você ir lá agora!."Eu, impotente diante da ordem do meu patrão, fui lá, tremendo que nem vara verde. Chegando na mesa, estavam todos rindo (acredito que toda a euforia era em função das quase dez garrafa do já citado champagne francês...rs). O Sérgio Caribé olhou pra mim e disse: "Vai André, desembucha!". Sem nenhuma escolha, olhei para o Clodovil e disse (imitando o próprio): "Olha meu amor, as suas vestem são deslumbrantes. Seus cabelos estão sedosos e brancos como uma seda. Sua cútis está tão macia quanto o bumbum de um neném. Te adoro, poderosa... ho ho ho ho (sua famosa risada). Todos riram muito e aplaudiram ao término da imitação. O Clodoviu olhou pra mim e disse: "Sua imitação não é lá essas coisas não, mas você me imita muito melhor do que muitos que eu vejo na tv. Você deu sorte que eu estou em campanha política, se não essa sua performance aí iria te render algumas broncas." Eu, trêmulo, respondi: "Só vim até aqui porque meu patrão mandou, se não viria. De qualquer forma, boa sorte na sua campanha política e torço para que você se recupere logo da sua cirurgia." Saí dali com uma sensação de dever cumprido, já que se tratava de uma ordem. Só depois de 1 hora é que a minha ficha caiu. Eu imitei o Clodovil para o Clodovil. Nem os caras do Pânico na TV tinham conseguido tal proeza! Essa foi a história vivida entre Clodovil e eu. Um dia bacana e sobretudo engraçado. Porém, acredito que foi o dia que eu fiquei na maior "saia justa" da minha vida. Pelo menos eu provei para o doutor César Prates que, além de preto, eu também tenho o saco roxo. (risos).